Andando em SP discuto felicidade.

Esra frio em São Paulo, o vento parece cortar a maçã do rosto e as expressões das pessoas atordoadas pela avenida Paulista, cortam o sorriso. Nunca vi tanta gente, fechada pro sol, fechada pro sorriso entende ? Ao mesmo tempo, pude ver pessoas saindo gargalhando do shopping, elas, estavam rindo cheias de sacolas… Seria alegria pelas compras?

Porque quando digo que dinheiro não traz felicidade, sou repudiada?  E com o seguinte exemplo: “Um homem que compra todas as coisas que quer, não é feliz? Então o dinheiro não compra a felicidade?”

Ai ai ai… Equívoco de definições e concepções, causam esse tipo de frase que acabo de citar, relevâncias mateirias, meras bijuterias da carne. Quando falo de amor não me refiro ao carnal, amor de cama . Você me entendeu. Falo de amor como sentimento PURO do companheirismo. E quando me refiro: Felicidade, não me refiro a felicidade de realização financeira ou aquela exemplificada no filme do Will Smith.Não vou entrar na questão em relação ao filme. Não é essa minha crítica e nem minha intenção criticar tal. Falo de ser feliz por estar vivo, respírar e poder ver a beleza da natureza. Feliz aquele que não se importa somente com as necessidades da vida como materialidade, mas sim, aquele que é feliz por ser simplesmente, FELIZ.

Complexo entender o simples não ?

Anúncios

Um comentário em “Andando em SP discuto felicidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s